fontes-de-omega-3Saúde

Fontes de Ômega 3

Na Semana do Fazendeiro realizada entre 08 a 13/07/12 na UFV – Viçosa-MG num encontro com o professor Júlio Maria A. Araujo no Departamento de Tecnologia de Alimentos, autor do livro “Química de Alimentos”- Teoria e Prática, da Editora UFV para nos informar sobre o teor da gordura ômega 3 e ômega 6, tendo em vista as sugestões de uma campanha de produção e consumo do peixe como fornecedor destas importantes gorduras relacionadas ao controle do colesterol no organismo humana, e a necessidade de uma alimentação com maior teor do ômega 3 para impedir o depósito do colesterol nas artérias provocando doenças como infarte e derrame. Nosso plano era divulgar o assunto e obter informações sobre o teor destas gorduras na TILAPIA, hoje o peixe de água doce mais produtivo e de maior aceitação comercial devido ao ótimo sabor de sua carne. Também divulgando a possibilidade de se alimentar as vacas leiteiras com ração contendo a linhaça ou sementes de linho para se obter um leite com alto teor de ômega 3, sabendo que a linhaça é um dos vegetais que fornece maior teor do óleo ou gordura ômega 3.

Quanto ao teor de ômega 3 na TILAPIA declarou-nos desconhecer, sendo que no seu livro encontramos a Tabela 2-7 da p. 95 com o titulo “Composição aproximada (%) dos principais ácidos graxos em alguns peixes de água doce e salgada”, conforme abaixo:

14:0 16:0 18:0 16:1 18:1 20:1 22:1 18:2n6 18:3n3 20:4n6 20:5n3 22:6n3
Arenque 6.4 12.7  1  9 12.7  14  21  1  0.6  0.3  8.4  5
Bacalhau 1.5  20  4  3.5  4  3  1  0.7  T  2.5  17  30
Linguado 4.3 16.5  2.5 14.5  12  4  –  0.3  2  4  12  7
Sardinha  6  10  2  13  24 3.2  14  1.3  1  1.6  17  13
Salmão 6.3 19.2 3.3  6.2 17.3 3.3 6.6  1.2  1.3  1.3  8.2  2.5
Camarão  2  16 2.6  6  19 2.4 1.6  1.5  1.4  0.4  22  6
Lagosta  1 11.6 3.3  5.5  18  3  2  2  2  3  26  12
Carpa  3  17 4.3  17 28.3  4  –  13.2  2.3  2.5  3.2  –
Truta 2.7  21 8.3  4 18.4  –  –  7.3  1.6  1.7  5.8  7
Bagre  1 15.2  4  3  30  1  –  10  0.5  0.8  T  0.6

Sabemos que o ácido graxo 18.2 corresponde ao óleo ou gordura ômega 3 e 18.3 corresponde ao ômega 6. Analisando a tabela acima, vemos que a sardinha(1,3:1), salmão (1,2:1,3), camarão (1,5:14), a lagosta (2:2), possuem em média a relação aproximada de 1;1 ou a relação praticamente iguais entre eles. Contudo, a carpa (13.2: 2,3) =5,7 partes de ômega-3 para cada parte de ômega-6; a truta com (7,3: 1,6= 4,5 mais ômega-3 do que ômega-6; o bagre com (10:05) tem 20 vezes mais ômega 3 do que ômega 6. Podemos também analisar que a carpa (l3.2%) o bagre (10%) e a truta (7,3%) são os peixes citados com maior percentagem de ômega-3 entre os 10 relacionados.

As gorduras citadas na tabela variam de 14 até 22 carbonos na cadeia molecular. Cinco de 18 carbonos (18.0, 18.1, 18.2 e 18.3), tendo cada um propriedades físicas e químicas diferentes e portanto funções diversas no organismo. O ômega-6 (18.3) é que leva e distribui o colesterol para todas as células. O ômega-3 (18.2) o que retira o excesso de colesterol, transportando-o para o fígado para ser eliminado através da bílis pelas fezes. Portanto, estes dois lipídios, ácidos graxos ou gorduras, com moléculas muito semelhantes, tem ação contraria no organismo em relação ao colesterol: um distribui e o outro recolhe o excesso, evitando seu acumulo e deposito nas artérias, provocando infarto e derrames pelo entupimento dos vasos que transportam o sangue.

chia-fonte-de-omega-3-natural

Quando discutíamos a sugestão da alimentação das vacas com ração enriquecida de ômega-3 pela semente do linho (linhaça) e ou outras possíveis fontes de ômega-3 a serem pesquisadas e experimentadas que pudessem ser fossem técnica e economicamente viáveis, ele, Dr. Julio Maria A. Araujo citou a semente da CHIA, recentemente estudada como uma das maiores fontes vegetais de Ômega-3, sendo comercializada em nosso país. Quem sabe poderia ser produzida em larga escala para o seu consumo direto pela nossa população e também, indiretamente através da ração, no enriquecimento do leite, e portanto de seus vários derivados largamente consumidos em todos os países do universo: queijo, iogurte, manteiga, etc. Será uma conquista tecnológica de grande alcance para a melhoria da saúde humana.

Ruy Gripp

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.