Curiosidades

Turismo – Parque Nacional do Caparaó

A serra do Caparaó possui uma vegetação muito exuberante e florida porque ali nascem muitas fontes de água cristalina. Um pregador comparou as águas do Caparaó ao orvalho do Monte Hermon que desce sobre os montes de Sião (Salmos 133 : 3). No Caparaó, ordena o Senhor a sua benção e a vida para sempre. Pode o calor do sol estar exaltado com o efeito do El Ninho, mas os cafezais estão sempre verdes e as plantas florescem abundantemente, graças à umidade nestas montanhas.

parquecaparao

Nascem na Serra do Caparaó quatro rios principais que correm para o lado mineiro, um pertencente à bacia do Itabapoana, outro da bacia hidrográfica do Paraíba , e dois afluentes ou subafluentes do Rio Doce . Todos desaguam finalmente no mar, de modo que há possibilidade de banharmos em água no Vale Verde, e mais tarde, essas águas poderão estar em contacto conosco nas praias capixabas ou baianas, após o Rio Para iba do Sul ou o Doce entregarem ao Oceano Atlântico, as águas afluídas também desta Serra do Caparaó.

Os rios que nascem no Parque, do lado de Minas, são :

a) O Rio Caparaó que desce pelo Vale Verde, passando pelo Caparaó Parque Hotel, e cidade do Alto Caparaó;

b) O Rio José Pedro, que nasce nas proximidades do Terreirão, bem próximo do Pico da Bandeira. Forma o Vale Encantado, a Cacheira Bonita e o Poço das Andorinhas. Este, fora do Parque, a 12 km da cidade de Alto Caparaó, nos terrenos de Abrão Moreiras Bastos. O Poço das Andorinhas tem este nome porque ali as andorinhas se recolhem durante a noite, após bonita revoada. O poço apresenta um degrau muito alto com uma bonita queda d’ água. Este rio (José Pedro) serve de divisa entre Minas e o Espirito Santo. Do lado mineiro o proprietário colocou um balanço, de onde o turista pode se agarrar e, mediante um impulso, levar seus pés a tocar o chão do lado capixaba, e voltar para Minas. Se cair, parece não haver perigo, pois o poço é fundo. Suas águas são azuladas, como o Lago azul , no Parque Nacional do Itatiaia. É um local pitoresco bem procurado pelos turistas;

c) O Rio Braz nasce na chamada Pedra Lascada, dentro do Parque. Ele forma um poço muito amplo – o Poço do Silon – ótimo para natação, outrora totalmente represado para fornecimento de energia hidroelétrica. O local é muito simpático, sombreado com mangueiras e servido por um bar com mesas fixas e churrasqueiras. Há, nos fins de semana e feriados, música para alegrar o ambiente;

d) O Rio Claro , afluente do José Pedro nasce também no Parque e faz jus ao nome pela limpeza e transparência de suas águas cristalinas, correndo sobre rochas de granito e de cristal, estas esbranquiçadas.

No Rio Claro, pouco acima do Príncipe, possui bonitos poços. Um deles é o Poço do Egito, chamado por moradores da região também de poço de Jerusalém . Qual a razão do nome? Supõe-se que seja por causa de inscrições antiquadas nas pedras, mesmo em pedras submersas, agora desaparecidas após grandes enchentes acontecidas em tempos recentes.

Ali há um atendimento muito bom ao visitante : banheiro masculino e feminino, chuveiro-ducha, bar, churrasquinho, lixeira. Abaixo, a uns 300 metros há um outro poço maior, muito bom para natação e massagem, tipo turbilhão. A água tem temperatura mais elevada que nos outros rios, agora no verão. Em todos esses rios há outros poços e cachoeiras, mas exigem caminhada mais longa, de difícil acesso.

O Príncipe é um lugarejo cujo nome remonta muitos anos. D. João quando esteve o Brasil, mandou abrir uma estrada para ligar Vianas- ES com Mariana-MG. A finalidade era agilizar as comunicações, encurtando distâncias entre os centros administrativos (Bahia) com o centro cultural (Minas). E dentre as muitas serventias da estrada, foi acelerar a notícia do nascimento do D. Pedro II para Minas. O correio, a cavalo, havia partido de Vitória, quando foi enviada a noticia urgente – (cavalos velozes) para alcançarem o correio normal. Justamente no local em que foi alcançado o estafeta perguntou ao que rapidamente se aproximava : O que houve  A resposta foi o Príncipe,

O Príncipe nasceu – o filho do Imperador D. Pedro I, fato acontecido no Rio de Janeiro em 2 de dezembro de 1825. E foi justamente por esta razão que o local onde a notícia foi passada aos postalistas, para ser retransmitida na capital da Província de Minas anunciando o nascimento do futuro imperador D. Pedro II, que recebeu o nome de SÃO JOÃO DO PRÍNCIPE .

Quartel -MG, local a uns 10 km do Príncipe , recebeu este nome porque ali era o acampamento dos construtores de estrada e passou a pouso dos estafetas e viajantes.

É mais um pedacinho da história, fazendo-nos relembrar da estadia da família real no Brasil, e suas marcas aqui deixadas. D. João VI mandando abrir a estrada. D. Pedro I utilizando da estrada para proclamar o nascimento do nosso imperador D.Pedro II, filho de D.Pedro I e de Dona Maria Leopoldina . O nome de batismo de D.Pedro II foi PEDRO DE ALCÂNTARA JOÃO CARLOS LEOPOLDO SALVADOR BIBIANO FRANCISCO XAVIER DE PAULA LEOCÁDIO MIGUEL GABRIEL RAFAEL GONZAGA, ao todo quinze nomes.

Também encontramos importantes e históricos pontos de visita em vários municípios, como:

a) Manhumirim- MG: Igreja católica matriz e a esplendida obra do padre Júlio Maria, com os prédios do Colégio Pio XI e a Escola Normal Santa Terezinha; Pesque -Pague de Jorcelino Knupp;

b) Imóvel do Dr. Rubens José Dias, com produção de café e reflorestamento, inclusive exploração de seringueira, sito a 5 km do perímetro urbano, na MG-108;

c) Apicultura do Zé do Mel; Canário da terra na praça da Estação;

d) Martins Soares, com Centro Experimental de Pesquisas Cafeeiras “Eloi Carlos Heringer” e modernas fazendas de produção em cultivo adensado de café da montanha;

e) Alto Jequitibá com o Colégio Evangélico e a obra de Rev. Cicero Siqueira e com belíssimo templo da Igreja Presbiteriana ; produção artesanal de doces e crochés (Dilma Gripp Sampaio, Roberto Gripp, Ivone Gripp Segall);

f) Sítio “Ponte natural” de preservação ecológica, com dezenas de especies de madeira de lei como jequitibá, cedro, peroba, vinhático, canela, arixixá, etc. das famílias Faria, Cesar e Werner (Gercy Cesar); lindas montanhas com picos de onde se descortina o Parque Nacional do Caparaó;

g) O belo vale no distrito de Vargem Grande na Vila Padre Júlio Maria ; em todos estes municípios imperando a cultura do café com lavouras de alta produtividade e tecnicamente cultivados.

                                                                                              Ruy Gripp- 1997.

Posts Relacionados

Anúncios

Deixe uma resposta