bicarbonato sodioArtigos de Livros

O Bicarbonato de Sódio – Seu Uso em Desuso

Gosto da coluna de Anna Marina nas páginas diárias do jornal Estado de Minas, sempre recortando seus ensinamentos publicados de maneira simples e compreensível a todas as classes de leitores. Assim recorto e coleciono seus trabalhos de maior interesse geral, para buscá-los no arquivo quando necessário. Vamos transcrever seu artigo de 18-05-2010, sobre o bicarbonato de sódio, com o titulo “Mil e uma utilidades” conforme abaixo:

“Panaceia para um sem número de dificuldades cotidianas, o bicarbonato de sódio é ótimo aliado na limpeza doméstica”. Não é só aquela marca de esponja doméstica de limpeza que tem mil e uma utilidades. Outro item indispensável na despensa de uma dona de casa precavida é o bicarbonato de sódio. No sábado de manhã, no Bairro Luxemburgo, um Ford Ka com mais de dez anos de fabricação amanheceu estacionado na descida de uma daquelas ladeironas que caracterizam a região.

Como a rua é contramão nesse sentido, os moradores das redondezas que passavam pelo local cedinho, voltando da padaria ou levando o totó para passear, estranhavam. Quando o motoqueiro chegou, trazendo uma bateria novinha no bagageiro, o motivo da transgressão às leis de trânsito ficou claro: o dono do veículo deixou o posicionamento de forma a fazê-lo pegar no tranco, caso não conseguisse dar a partida.

Mas nem a bateria novinha resolveu o problema. O moço encarregado do serviço instalou-a no lugar apropriado, o motorista girou a chave e nada. “É por causa do zinabre”, esclareceu o motoqueiro, apontando uma corrosão no parafuso de rosca que encaixa o cabo que leva a eletricidade da bateria para o sistema elétrico do carro. Escolado, logo pediu um pouco de bicarbonato de sódio, que espalhou sobre a área afetada. Depois, jogou um pouco de água por cima e ficou tudo limpinho. Um pouco de óleo de máquina completou o serviço e pronto, a bateria funcionou perfeitamente.

Panaceia para um sem-número de dificuldades cotidianas, o bicarbonato de sódio é usado pra branquear os dentes, para limpar aftas e aliviar o incômodo que elas provocam, para deixar a massa do bolo mais aerada e fofinha. É, também, ótimo aliado na limpeza doméstica.

Uma boa receita caseira para tirar odores desagradáveis da geladeira ou do freezer é usar um pano limpo ligeiramente embebido em uma solução preparada com uma colher de sopa de bicarbonato e meio litro de água morna para limpar bem o interior do eletrodoméstico (no caso do congelador, retire todo o gelo primeiro) e secar com outro pano limpo. A mesma solução serve para tirar qualquer cheiro forte de tupperwares e outras vasilhas de plástico: é só deixá-las de molho por cerca de meia hora e enxaguar bem.

Para limpar cafeteiras de inox, a receita é colocar duas colheres de sopa do sal para ferver em água suficiente pra encher o equipamento e despejar sobre a cafeteira. Serve também para retirar resíduos de garrafas térmica. Basta lavá-las por dentro com a mesma solução quente. Formando uma pasta com álcool etílico, tira sujeira e manchas de peças de aço; e diluído numa proporção de 10 para 1 em água, é ótimo para lavar utensílios de inox. Para panela queimada, a dica é salpicar a área afetada com bicarbonato de sódio e umedecer; depois de algumas horas, é só lavar bem.

Pulverizar um pouco do sal sobre o carpete e aspirá-lo logo em seguida é outra boa dica de limpeza. Peças de lycra branca não ficam amareladas quando, depois de lavadas e enxaguadas, são deixadas de molho em um pouco de água com bicarbonato e postas para secar a sombra. A pia entupiu? Jogue dentro do ralo de duas a quatro colheres do sal e arremate com meia xícara de vinagre. Três colheres de bicarbonato misturadas a meia de água sanitária e em água morna são tiro e queda para limpar pentes, escova e rolinhos de cabelo: é só mergulhar os objetos na solução, mexendo sempre, enxaguar e deixar secar.

O sal serve, ainda, para limpar ladrilhos e cerâmicas (meia xícara de amônia, meia de vinagre branco e meia de bicarbonato em um litro de água morna). Curiosamente, só não é muito adequado para tratar azia, um de seus usos mais corriqueiros, por causa do efeito rebote: na hora, até que alivia a queimação. Quando seu efeito acaba, porém, a produção de acido no suco gástrico aumenta e dá-lhe mais desconforto no estômago.

Nota – Transcrito na integra da coluna de Anna Marina, do jornal Estado de Minas de 18-05-2010, tendo em vista os ensinamentos importantes e práticos sobre o Bicarbonato de Sódio, ultimamente bastante esquecido em nossa economia familiar e domestica, que precisa ser relembrada para as varias utilidades citadas.

                                                                                                          Ruy Gripp – 10-06-2010.

Posts Relacionados

Categorias:Artigos de Livros

Marcado como:

Deixe uma resposta